Covid-19: Especialistas alertam sobre o aumento de casos


Sem o esquema vacinal completo, mais pessoas tendem a contrair o vírus.

Ao contrário de que muitos pensam, a pandemia do novo coronavírus ainda não acabou. O país já se encontra em uma possível 4º onda de aumento de casos e também no número de mortes. Especialistas alertam para a subida de casos de Covid-19 no Brasil. De acordo com o blog Viva Bem do site UOL, com informações colhidas do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (CONASS), o país está atualmente com uma média móvel de 37 mil novos casos por dia. No final de abril, essa taxa estava em 15 mil.


Ainda de acordo com os dados colhidos pelo CONASS, o coronavírus também parece estar por trás da maioria das ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Brasil: segundo o mais recente Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), 71,2% delas foram devido à covid-19 nas últimas quatro semanas. No caso das mortes por SRAG, essa taxa é ainda mais alta: 96,4%.


O motivo desses aumentos é bem simples, o relaxamento de medidas preventivas e a baixa procura pela vacinação. Sem o esquema vacinal completo, mais pessoas tendem a contrair o vírus, e o mesmo tende a mutar-se por haver hospedeiros sem nenhuma ou com baixa imunização. Com isso, surgem novas variantes que se espalham rapidamente e mais resistentes aos imunizantes.


É de suma importância que todos saibam que, muitas doenças foram erradicadas no mundo por conta das vacinas. Com um maior número de pessoas vacinadas, os vírus não conseguem encontrar organismos debilitados para se instalarem e assim gerarem novas mutações. Mesmo com o esquema vacinal completo ocorre do indivíduo contrair a doença, só que esta vem de forma mais branda, evitando assim internações e complicações na saúde.


O tempo frio em algumas regiões, pode também ajudar a proliferar a Covid-19, entre tantas outras doenças respiratórias. Uma possível queda na imunidade após muitos meses depois da aplicação das doses podem contribuir para esse aumento. Por isso é considerável que de forma periódica seja aplicada doses de reforço para continuar com a proteção, como acontece com a cobertura vacinal do vírus da Influenza.


Veja 5 dicas de como continuar se prevenindo das síndromes gripais:


  1. Ter a vacina em dia;

  2. Usar máscara em lugares fechados ou próximo de pessoas sintomáticas;

  3. Ficar atento(a) aos sintomas;

  4. Fazer o teste;

  5. Seguir em isolamento se necessário.


É importante continuarmos com as medidas preventivas como o uso da máscara em locais fechados, e manter o isolamento social caso o indivíduo esteja sintomático, para assim sairmos de vez dessa crise pandêmica e voltarmos a ter uma rotina mais feliz e despreocupada.





Foto: https://www.pexels.com/pt-br/@gustavo-fring/


Fonte: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/bbc/2022/06/03/4-onda-de-covid-como-se-proteger-diante-de-aumento-de-casos-no-brasil.htm

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ser Pai